Rss Feed
  1. Passa Tempo

    18/06/2008

    Passa
    Tem po
    Tem pó
    Tem pô
    Tem poeira
    Tem poral
    Tem porada
    Tem porrada
    Tem poça
    Tem podridão
    Tem pobreza
    Tem poderes
    Tem pote
    Tem pólos
    Tem posições
    Tem pomar
    Tem polvo
    Tem polar
    Tem poente
    Tem poesia
    Tem poeta
    Tem pois
    Tem polaridade
    Tem polaróide
    Tem polegada
    Tem poleiro
    Tem polêmica
    Tem pólen
    Tem polenta
    Tem policial
    Tem policiável
    Tem polidez
    Tem polifonia
    Tem polígrafo
    Tem polimento
    Tem poliovírus
    Tem polipnéia
    Tem polissemia
    Tem politeísmo
    Tem política
    Tem politicagem
    Tem politicalho
    Tem político
    Tem polivalente
    Tem polonês
    Tem polposo
    Tem polpudo
    Tem poluente
    Tem poluído
    Tem poluir
    Tem pomada
    Tem pompa
    Tem ponta
    Tem pontada
    Tem ponte
    Tem popó
    Tem popô
    Tem popularidade
    Tem populoso
    Tem porcalhão
    Tem porreta
    Tem possibilidade
    Tem possível
    Tem posteridade
    Tem povo
    Tem poxa
    Tem pô
    Tem pó
    Tem po
    Tempo
    Passa

    Por Rê Lima
    Pergunta que não quer se calar: É o tempo que passa ou sou eu quem passo?

  2. 7 comentários:

    1. Helio Jenné disse...

      Esse blog é muito bom! Adorei o seu poema, Rê. Desculpe ter excluido o comentário mas errei e não tem como editar... Vou assinar o feed e divulgar o blog no meu, com o maior prazer! Parabéns a todas!

    2. Medéia disse...

      Tem uma certa musicalidade quando se faz um texto como o seu...
      Eu gostei e creio que ficarei o dia inteiro pensando nos
      "Tem po..."

      Beijos

    3. Cris Costa disse...

      Rê,
      Estou impressionada...Haja criatividade e palavras...
      Parabéns!!!

      Bjs

    4. Viviane Lima disse...

      Tem poema
      Tem poeta...

      Para mim, o texto que mais brincou e ousou com a idéia de tempo. Aliás, extravasou sua concepção.
      Tentei criar uma anáfora, mas, você o fez bem melhor.
      Ficou tão imagético.
      Sensacional!!!

      Beijos
      Vivi

    5. Viviane Lima disse...

      Ah, antes de ler seu texto, eu havia comentado no post da Cris essa questão da passagem do tempo. Eu não sei responder. Imito Mario Quintana
      " Os outros passarão
      Eu, passarinho".

      Beijos

    6. disse...

      Hélio,

      Fico feliz por ter gostado do meu poema e do nosso projeto.
      Em nome de todas nós do IL, venho agradecer e dizer que sua presença será sempre bem-vinda.
      Sinta-se à vontade em nosso meio.
      Obrigada...Rê

    7. Maria disse...

      Tem Podridão
      Tem Pobreza
      Tem Poderes...

      é a melhor parte do seu texto extremamente simples mas extremamente real.

      Beijos
      Maria There