Rss Feed
  1. O Céu e o Mar

    29/06/2009

    Por: Cris Costa
    Rebeca e Jean tiraram o uniforme azul marinho assim que chegaram ao apartamento. No interior das residências o oxigênio era adaptado, tornando habitável aquele planeta inóspito.
    O calor tornava-se cada vez mais insuportável. O planeta árido praticamente expulsava seus habitantes. O céu vermelho, sem nenhuma nuvem, parecia arder em suplício pela natureza morta. As pessoas somente podiam viver usando trajes especiais.

    - Não agüento mais isto! – falou Rebeca higienizando seu uniforme azul – Será que receberemos a carta em breve?
    - Beca, torço que sim...quero conhecê-la! – respondeu Jean – isso aqui não é vida...

    Jean alimentou seu beta azul e ligou a televisão. O noticiário informava que a retirada iniciaria na segunda-feira seguinte. Todos que recebessem a carta deveriam comparecer no posto de partida, vestindo o uniforme azul celeste. Os animais deveriam passar pelo posto de preparo antes do embarque.
    Ao chegarem em casa no dia seguinte, um belo envelope azul estava no chão do apartamento. Os irmãos tiraram rapidamente seus uniformes e pegaram o envelope simultaneamente.

    - Só um? – disse Beca – Só um? – repetiu como se ao fazer isso o envelope se multiplicasse.
    - Não tem nome? – respondeu Jean – creio que teremos que abri-lo. Tem certeza que é um só?

    Começaram a procurar por outro envelope no hall. Olharam embaixo das mesas, tapetes, armários. Até dentro dos armários ele procuraram.

    - Já sei! – gritou Rebeca – vamos ligar para o departamento, com certeza houve um erro de emissão de passaporte.
    - Vamos abrir o envelope e conferir...talvez eles tenham emitido um só em nome de nós dois – falou Jean entusiasmado com a idéia da irmã – economia...corte de gastos...afinal esse envelope é tão elegante que deve ter custado uma fortuna.

    Não houve erro algum. O departamento de transferência confirmou que cada pessoa receberia um passaporte para o Planeta Azul. A transferência seria em etapas.

    - Se eu for a contemplada, prometo lhe enviar um postal toda semana.
    - Se eu for o escolhido...prometo que o primeiro mergulho será em sua homenagem...você realmente acredita que ela é assim? – perguntou Jean abrindo lentamente o envelope - Sonho em ver o céu e o mar.
    - O que? A Terra?
    - Sim! Você realmente acredita que o céu e o mar são tão azuis quanto nas fotos que nos mostraram na escola?
    - Eu acredito! Se não fosse azul, não teriam nos obrigado a usar estes uniformes horríveis – disse Beca

    Com letras garrafais em negrito, lá estava o nome de Rebeca. A despedida foi regada a lágrimas, pois os irmãos ficariam separados por seis meses. Todas as pessoas estavam cansadas de viver naquele planeta vermelho. Sonhavam em voltar para casa, sonhavam voltar a viver no Planeta Azul, de onde partiram a mais de dois mil anos, quando a poluição e mudanças climáticas tornaram impossível a vivência do homem no planeta.
    Do ônibus espacial, Bela avistou uma bola azul imensa. Linda! Muito mais bonita do que nas fotos. Quanto mais se aproximava, mais confirmava o que aprendera na escola sobre o Planeta Azul.
    “Querido Jean, acabei de chegar em casa. Você não vai acreditar de tão azul que é o Céu e o Mar. A água do mar é mesmo salgada! (rsrsrsrsrs). É tão bom ficar livre, sem aqueles uniformes horrendos.Os animais também são engraçados. Segue fotos. Não vejo a hora de podermos ir para a praia juntos. Com amor. xxoo.Beca”

  2. 5 comentários:

    1. Lili disse...

      Gostei muito da criação de vidas em outros planetas. Parabéns Cris!

    2. Robson Ribeiro disse...

      Cris, uma excelente demonstração de criatividade e talento.

      Esse é um tema que assombra a muitos de nós, o futuro do planeta. Mas, sinceramente, não acredito que chegaremos ao ponto de tornar a terra inabitável.

      Belo texto! Parabéns!

    3. Elisandra disse...

      Amei o texto futuristico, afinal ninguem sabe o que pode ser do futuro.....Parabéns pela criatividade e os uniformes ate me lembraram do livro admiravel mundo novo......Ficou show....beijokas elis!!!!!!

    4. Vivi disse...

      Tem muito matéria criativa dentro dessa cabecinha. Um texto instigante, reflexivo e com uma boa mensagem de resgate do nosso planeta.

      Beijos

    5. disse...

      Cris,
      Bacana a história. Texto criativo.
      Penso que se você tivesse deixado o mistério sobre o que tratava o diálogo dos personagens, o texto ficaria bem instigante. A revelação viria no final.
      Mas, é apenas um comentário. Parabéns pelo texto.
      Bjs...Rê