Rss Feed
  1. Sorrisos para Lili

    17/07/2011

    “A amiga de Lili,
    assim como ela,
    sorria com pratas novas
    para cada flor bela.

    E o avô de Lili,
    com seu sorriso de cobre,
    há muito não ria mais.
    Nem mesmo um sorriso pobre.”

    por Medéia

    Homenagem à Lili e à Quintana
    que sempre me fizeram sorrir...

  2. 3 comentários:

    1. Vivi disse...

      Belo e poético jogo de contrastes, Medéia. Ótima sacada!

      Beijocas

    2. Lyani disse...

      Medéia!
      Ameiiiiiiiiiiiiii... ficou lindo esse seu poema sobre o sorriso!
      Abraços!

    3. Léia disse...

      Olá!

      Lindo poema, com uma lembrança bela a um dos meus poetas favoritos: Quintana!
      Gostei bastante do jogo de rimas, achei você bem criativa.
      Beijo grande!